Últimas notícias
Publicado em: 28 de maio de 2020

Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher

Banner-site (30)

 

As mulheres costumam cuidar de todos ao seu redor. Sempre atentas ao que ocorre à sua volta, ficam de olho na saúde dos filhos, dos pais, marido e por vezes esquecem de olhar para elas mesmas. Hoje, 28 de maio, Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher, é importante lembrá-las sobre a importância de cuidar da própria saúde e do seu bem-estar.

Além das visitas regulares ao ginecologista, as mulheres devem se preocupar também com a saúde como um todo, é importante fazer exames clínicos periodicamente. As doenças que mais afetam a população feminina são as cardiovasculares, que sofrem também com altas taxas de casos por problemas como câncer de mama, endometriose, infecção urinária, câncer no colo do útero, fibromialgia, depressão e obesidade.

A data também é dedicada ao Dia Nacional de Redução da Mortalidade Materna. A morte materna é o óbito de uma mulher durante ou até 42 dias após o término da gestação. É causada por qualquer fator relacionado ou agravado pela gravidez ou por medidas tomadas em relação a ela. Não é considerada morte materna a que é provocada por fatores acidentais ou incidentais.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), hipertensão e hemorragia estão entre as principais causas da mortalidade materna no Brasil e no mundo, e ocorrem principalmente pela má qualidade da assistência no pré-natal e no parto.

Saúde não significa ausência de doenças, e sim o completo bem-estar físico, mental e social. Sabendo disso, procure estar em dia com a sua saúde. Previna-se!