Saúde da mulher
Em: 19 de fevereiro de 2015

Efeitos do cigarro na saúde bucal

Não é nenhuma novidade que a saúde do fumante é mais frágil do que a do não fumante.

O fumante tem maiores probabilidades de desenvolver doenças como câncer, derrame, infarto, problemas pulmonares, entre outras. Em relação à saúde bucal, não é diferente: o tabagismo é extremamente prejudicial. Tal vício aumenta o risco de câncer de boca, leucoplasia e doenças periondontais, além de interferir na eficácia de tratamentos de implantes e no tratamento de doenças periodontais.

O fumante tem as defesas do organismo reduzidas, o que colabora para dificuldades no processo de cicatrização e na recuperação de tratamentos odontológicos como raspagem, cirurgias periodontais e osseointegração de implantes dentários.

 Gengiva e dentes escuros

 O cigarro estimula a produção de melanina na área da boca causando manchas nas gengivas dos fumantes. Ainda, os componentes do cigarro colaboram na formação de placa bacteriana, a qual, no início, é incolor, mas vai escurecendo e ganhando uma cor amarelada.

 Cigarro causa mau hálito

 A principal causa do cigarro ocasionar mau hálito é por conta da influência que este produto no fluxo salivar. Os componentes químicos do cigarro, juntamente com o calor gerado pelo fumo, são agressivos para as glândulas salivares e causam a diminuição do fluxo salivar, consequentemente, colaborando para o mau hálito.

 É possível perder os dentes devido ao fumo 

O tabagismo é um dos agravantes da doença periodontal, já que o cigarro altera a resposta imunológica do local, aumentando a severidade da doença e, consequentemente, levando a perda dentária. Qualquer profissional da saúde tem a obrigação de estimular o paciente a não fumar devido às consequências negativas deste produto.

Fonte: Yahoo!