Últimas notícias
Publicado em: 13 de maio de 2022

Maio Amarelo: álcool e direção não combinam. Dirija com responsabilidade

A bebida alcoólica pode alterar percepções e comportamentos, aumentar a agressividade e diminuir a atenção, prejudicando a aptidão de um condutor e tornando a direção veicular insegura. Mundialmente, em cerca de 35% a 50% das mortes registradas nas vias, constata-se a presença de álcool, segundo dados da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet). A principal causa de morte entre jovens de 16 a 20 anos são os acidentes automobilísticos associados ao álcool.

O consumo de bebida alcoólica provoca alterações do comportamento, das noções de perigo e do nível de consciência, inibindo barreiras morais e causando perda da autocrítica. Por essa razão, condutores sob efeito de álcool são mais propensos a dirigir em alta velocidade e a não utilizar o cinto de segurança, resultando em acidentes mais graves. A combinação é perigosa, pois o motorista que une bebida e direção põe em risco não somente a própria vida, mas também de passageiros, outros motoristas, pedestres e ciclistas.

Então, quando for sair e beber, o ideal é se planejar com antecedência e usar outros métodos de locomoção, tais como transporte público, táxi, aplicativos de carro particular, ou escolher um amigo que não irá beber para ser o motorista.

Fonte: DNIT