Coronavírus
Publicado em: 10 de junho de 2020

Orientação de uso e armazenamento de álcool em casa

uso e armanezamento de alcool_792x500_2

 

Em tempos de pandemia e combate ao Coronavírus, o álcool 70% é um produto que está sendo bastante recomendado e utilizado. Ele ajuda na higienização das mãos para eliminação do vírus, em caso de um possível contato, e na limpeza de produtos e superfícies. No entanto, quando não manuseado e armazenado corretamente, pode ser também um grande vilão e oferecer sérios riscos à saúde.

A primeira precaução que se deve ter, é quanto ao tipo de álcool. Existem três tipos (saneantes, cosméticos e medicamentos) e são produzidos sob normas e registros diferentes na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O uso nas mãos do saneante (produto destinado à limpeza ou à desinfecção de superfícies como pisos, paredes, mesas, camas, macas, etc), que vem escrito “desinfetante de uso geral”, além de não ser eficaz, pode causar alergias.

Já o álcool gel medicamento e o álcool gel cosmético (produtos antissépticos destinados à higienização da pele e das mãos) possuem a mesma finalidade de uso. A diferença entre os dois está apenas nas características e exigências para produção e registro.

Além do cuidado quanto ao tipo do produto, também é preciso mantê-lo fora do alcance de crianças e de animais de estimação para evitar casos de intoxicação. O álcool, seja na forma líquida ou em gel, é um produto inflamável e pode causar acidentes. Mantenha o produto longe do fogo e do calor, ao aplicar o produto, não fique perto de fogões, isqueiros, fósforos etc. Não deixe a embalagem aberta e tome cuidado com o prazo de validade.