Coronavírus
Publicado em: 8 de junho de 2020

Como se proteger quando houver alguém com Covid-19 em casa?

Como se protejer covid em casa_792x500

Por mais assustador que possa ser, quando se tem um familiar infectado com a COVID-19, é preciso manter a calma e aprender a lidar com o diagnóstico positivo do Coronavírus. A tensão e a ansiedade não ajudarão em nada nesse momento, por isso é importante ter as principais informações em mãos e saber quais cuidados são necessários. Diante disso, confira abaixo alguns cuidados essenciais para evitar que as pessoas saudáveis da casa se contaminem:

  • A pessoa contaminada deve ficar em um cômodo exclusivo para ela. Esse quarto deve ser ventilado, portanto, é importante que uma janela esteja sempre aberta. Já a porta, deve ser mantida fechada. O ideal é que esse paciente tenha um banheiro só para ele também. Se não for possível, toda vez que ele tiver que sair do quarto, é necessário que ele use máscara e higienize as mãos com água e sabão ou álcool gel antes de tocar em objetos.
  • O doente deve ter uma lixeira no cômodo em que está isolado, para descartar resíduos e até máscaras e luvas, sempre que forem usadas. O lixo deve ser descartado em um saco plástico e lacrado após o uso. A pessoa responsável pela coleta do saco deve utilizar luvas antes de descartá-lo, e jogá-las fora na sequência. As mãos devem ser lavadas em seguida.
  • As roupas usadas pelo enfermo, devem ser colocadas em um cesto exclusivo. A pessoa que for lavar as peças deve recolhê-las usando luvas e despejá-las na máquina na hora de lavar.
  • A limpeza do cômodo do infectado e do banheiro usado por ele devem ser feitas diariamente. O responsável pela limpeza deve usar máscara e luvas e desinfetar maçanetas, torneiras, interruptores, teclados, mesas, cadeiras, vaso sanitário etc.
  • No caso das louças, o ideal é que o infectado tenha objetos exclusivos, que não sejam compartilhados. Elas também devem ser lavadas com luvas descartáveis.

Não se esqueça que é essencial para o doente ter uma rede de apoio na qual possa contar nesse momento difícil. É importante que ele tenha os familiares e amigos por perto, mesmo que não seja fisicamente. O amor dos entes queridos fará com que ele se sinta acolhido e seguro. Portanto, por mais que uma das recomendações médicas seja o isolamento para evitar a transmissão da doença, busque outras maneiras de se conectar.

A tecnologia está aí para isso: marque videoconferências, envie áudios, ligue e converse. Além de tudo isso ajudar a passar o tempo, também é uma maneira de cultivar pensamentos positivos e fazer com que a pessoa fique mais confiante.