Últimas notícias
Publicado em: 23 de agosto de 2021

Variante delta: medidas de prevenção devem ser mantidas, mesmo após vacinação

O novo relatório epidemiológico da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) revelou que a variante delta do coronavírus já é a dominante em todo o mundo. Globalmente, ela foi identificada em quase 90% das amostras sequenciadas. O documento alerta para o aumento de casos e internações por covid-19, fato também já apontado no Brasil por instituições como a Fiocruz, por causa da alta transmissibilidade da cepa.

Muita gente já tomou ao menos a primeira dose da vacina contra o coronavírus no Brasil. Com a chegada da variante delta, é preciso cuidado, principalmente quem não tomou nenhuma dose ou apenas uma. Segundo a Opas, a queda pode ocorrer principalmente nas pessoas que receberam apenas a primeira dose do imunizante. Por isso reforçamos a importância de completar o esquema vacinal com as duas doses e de manter as medidas de prevenção. 

A variante delta é transmitida da mesma forma que as anteriores. A recomendação é que as pessoas vacinadas continuem usando máscara, fazendo o distanciamento social, evitando aglomerar, evitando frequentar espaços cheios de pessoas e mal ventilados.

Fontes: Instituto Oswaldo Cruz/ Fiocruz / Organização Pan-Americana de Saúde (Opas)